Assinatura RSS

Podolski é tão brasileiro que…

Publicado em

Eis que estamos prestes a disputar (e perder) o terceiro lugar da Copa com a Holanda, depois da humilhação que foi a partida contra a Alemanha. Tudo bem, estamos superando. Inclusive, como bons brasileiros que somos, estamos nos juntando aos alemãs numa última tentativa de vencer alguma coisa, afinal eles vão jogar contra nossos maiores rivais no futebol.

Como há pouco vi o post no Facebook de uma amiga que explicava direitinho a jogada dos alemãs: jogar a final da Copa no Maracanã, com um uniforme igual ao da maior torcida do Rio, depois vestir a camisa da maior torcida do Rio, pedir desculpas pros brasileiros pela humilhação e ir pra final com quem a gente mais odeia. Não tem como não torcer pra eles.

Mas nada disso importa.
O fato é que o jogador alemão Lukas Podolski virou um meme do Twitter depois de postar vários comentários em português e dizer que já se sente tão à vontade aqui que está até assistindo novela.
É um lindo.
À partir daí as pessoas começaram a postar milhões de coisas sobre como o Podolski é tão brasileiro que já está até colocando feijão em pote de sorvete, dizendo que tá chegando quando nem saiu de casa, consultando calendário pra ver o próximo feriado, perguntando se é pavê ou pacumê, só almoçando onde aceita VR, falando que o presente é só uma lembrancinha, reclamando que não consegue cancelar a conta da NET, fazendo gambiarra na tomada de três pinos, juntando restinho de sabonete pra formar um grandão, colocando água no shampoo pra durar um pouquinho mais, fazendo carteirinha do curso de inglês só pra pagar meia no cinema, comendo brigadeiro antes do parabéns, postando frase da Clarice Lispector sem saber se é dela mesmo, falando que não é suas nega, tuitando que no Black Friday é tudo pela metade do dobro, marcando você e mais 44 pessoas em um link, desvirando chinelo pra mãe não morrer, colocando no Facebook que trabalha na VASP, curtindo frases do Chorão, fazendo quiz pra saber quem é ele no É o Tchan, entregando declaração de imposto de renda no último dia, cantando “em cima da cama, embaixo da escada” em Fazer amor de madrugada, jogando futvolei em Ipanema, tirando foto com óculos espelhado e sem camisa, mandando solicitação de vida no candy crush, lendo a revista Tititi pra saber o capítulo da novela, organizando caravana pro Faustão, entre outros.
Refletindo, pude perceber que rico ou pobre, todos nós conhecemos ou somos as pessoas que fazem essas coisas. Somos brasileiros, temos umas manias chatas, mas somos todos iguais. Parece meio mimimi isso, mas lendo esses tweets me senti muito brasileira. Ri muito, mas porque me identifiquei e vi que, apesar de sermos um povo com uma miscigenação tão intensa, desenvolvemos os mesmos hábitos e pelo mundo todo temos um representante do feijão no pote de sorvete.
É lindo pensar isso. Falamos tão mal do povo brasileiro, dizemos que somos ignorantes, que votamos mal, que não temos cultura, que somos um bando de idiotas, mas somos todos iguais! Independente do estado, estamos todos nesse momento limpando a tinta verde da cara, porque domingo é dia de ser rubro negra.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: